sexta-feira, 15 de abril de 2011

BLOGAGEM COLETIVA FASES DA VIDA: INFÂNCIA


Essa é a minha segunda participação na blogagem coletiva sobre as fases da vida proposta pelas amigas
Rute do blog Publicar para Partilhar
Gina do blog Naco Zinha
Orvalho do blog Espiritual-idade

O tema de hoje é sobre a INFÂNCIA.

Cresci vendo os meus pais trabalhando muito para pagar as contas e o aluguel de casa.
Roupas novas, só no final de ano, ou em datas especiais.
E muitas das minhas roupas, eram usadas, dadas pelas minhas tias.
Meu primeiro aparelho de som, foi comprado pelo meu pai no Jumbo Eletro.
Até então escutavamos as músicas numa vitrola emprestada pela minha tia.
Tive uma só boneca, a bebê Coração, talvez seja por isso,que  me lembro dela até hoje, 
talvez se tivesse tido muitas bonecas não teria dado o devido valor.
Muitos dos meus sonhos, consegui realizar através da minha irmã caçula 
e dos meus filhos, que foi a Barbie que sempre quis, mas era muito caro, 
e a bicicleta que ganhei aos meus 17 anos no Japão(para ir trabalhar).
Mas  isso, não me fez ser menos feliz, pois a cada presente que eu ganhava, comemorava muito, e todos eles estão guardados na minha memória e no meu coração.
Esse post não é para chorar, e sim para mostrar que as coisas que eu não tive, se tornaram insignificantes, perto das belas lembranças que os meus pais me proporcionaram.



                                                              Meu aniversário de 2 anos
                                                               Meu aniversário de 3 anos
Eu e minha irmã Andréia
Meu niver de 10 anos*detalhe do bolo de Moranguinho
Eu e minha irmã Andréia
Detalhe* minha mãe que fazia os vestidinhos.
                                            Meu pai, comigo no colo e minha irmã Andréia

Eu e minha irmã no Parque do Carmo, lugar que meus pais sempre nos levavam para brincar.

Eu imitando o grupo Patotinha, alguém conhece??
Minha mãe e eu
eu e a minha covinha


Eu, de miss boneca viva 1983
Não reparem na meia calça caindo...kkkkk
Eu, com minha irmã caçula Juliana.
                                                                  11 anos de diferença

Hoje trago duas receitinhas que lembram a minha infância.
A primeira são esses biscoitinhos, conhecidos como Bicho da Seda.
Minha mãe sempre fazia, e a minha lembrança era de ajuda-la, junto com a minha irmã.
Ela colocava a massa na maquina de moer carne, e enquanto ela girava a manivela, 
pegavamos os biscoitos e colocavamos na assadeira.
Esqueci de pegar a receita com a minha mãe,
mas joguei no google e a única receita testada com fotos, foi essa do blog Come-se
E também não tenho a maquina de moer carne, 
por isso fui moldando os biscoitos conforme a minha memória me permitia lembrar.

 Biscoitos Bicho-da-Seda. Baseados na receita do caderno de Áurea Deodato de Carvalho
1/2 xícara de manteiga sem sal, em temperatura ambiente, mas ainda firme
2 xícara de açúcar
1 pitada de sal
2 ovos grandes em temperatura ambiente, batidos ligeiramente
2 e 1/2 xicara  de farinha de trigo
1 xícara de leite
400 g de amido de milho (maisena)
1 colher de sopa de fermento
1 pacote de coco ralado (100 gramas)

Na batedeira, bata bem a manteiga até ficar cremosa. Junte aos poucos o açúcar e continue batendo até formar uma mistura aerada. Com a batedeira ligada, vá juntando os ovos, em fio, para formar uma emulsão. Se talhar, junte um pouco de farinha. Depois de colocar todo o ovo, desligue a batedeira. Junte, alternadamente, a farinha de trigo, o leite,a maisena e o coco ralado misturando com uma colher de pau ou espátula. Quanto a massa estiver homogênea, junte  o fermento. Misture bem e molde os biscoitos na máquina de moer carne, com a peça para biscoitos. Coloque-os em forma untada com manteiga e enfarinhada, leve ao forno pré-aquecido médio e deixe assar até começar a dourar.
Eles deveriam ser mais finos..kkkkkk, os meus viraram bichões de seda.
A segunda receita são esses espetinhos de picanha, temperados com flor de sal.
Eles me fazem lembrar das noites divertidas que passei com o meu pai, enquanto esperavamos a minha mãe sair de um curso de cabelereiro.
Ficavamos numa praça da Vila Manchester/Vila Carrão, comendo espetinhos de um casal de japoneses que vendiam por lá, e depois meu pai nos levava para brincar no clube Manchester.

45 comentários:

No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Fabiana adorei esta tua reportagem... :)
As fotos são lindas e dá para sentir que apesar de tudo tiveste uma infância muito feliz... sem grandes coisas mas com muita alegria e saúde.
Beijocas.
Os pratinhos estão demais.

"Manjares da Manu" disse...

Como é bom receordar!!!Eu morei no sitio dos meus avós, lá nós tinhamos liberdade que hj nossos filhos não tem!!!Soltava pipa, jogava futebol, corria no campo do meu pai, fazia piquenique, no mei do mato....
Belas lembranças!!!Muitas saudades!!!Tempo que não volta mais!!!!

Amei suas fotos, lindas!!!
Muito bom o seu bichão de seda!!!E seu espetinho!!!

Bjs...Bom final de semana!!!

Vivendo e Aprendendo a Cozinhar disse...

Oie Fabi, adorei este post,amiga, coisa mais linda, é tão bom lembrar da infância e eu chorei sim pq lembrei demais do meu pai tocando sanfona e a gente ao redor cantando e batendo palmas, ah, que época boa...
Amiga, tbm não crie expectativas comigo, sou tímida tbm e fico vermelha por qualquer coisa, kkkkkk. Mas td vai dar certo, pelo menos temos alguma coisa em comum, a msm paixão pela cozinha, haja tempo pra falarmos dos nossos experimentos culinários, rs.
Bjão pra vc Fabi, a semana que eu estiver aí te aviso, provavelmente vai ser dps da Semana Santa. =)
Bjsss, Si

André disse...

Quanta lembrança deliciosa!
As fotos são demais! Adorei esse post, cheio de recordações e de muito amor!

beijos
Ana

Cheiro Doce disse...

Ops, o comentário que está no nome do André é meu. hahaaha Meu marido ficou blogado e eu não tinha visto...

Beijos
Ana

Ellen - Cupcakes Fun disse...

Fabi que delícia saber mais sobre sua infância!!
Adorei o post!! Acho que quanto menos nós temos mais damos valor né?? Geralmente é assim mesmo!
Quanto as receitinhas nunca tinha visto estes bichos de seda ou melhor, bichões de seda!! haha
Achei legal sobre sua idéia de contar micos! Os meus dariam um livro!! É muito legal lembrar e rir depois, se bem que na hora da uma vergonha... haha


Beijinhos

Carminha Lyra disse...

Que lindo seu post.
Emocionante.
É uma fase tão gostosa de nosssas vidas ne?
Faz tanto bem recordar... Lembrar...
Se cuida lindona

Sandra G disse...

Fabiana, o importante é que os teus pais fizeram de ti a mulher que és hoje, um ser doce, meigo e com um coração muito grande.O resto não importa, pois hoje em dia as crianças têm tanta coisa que não dão valor a nada.

Biscoitos bem lindos.

Bjs

Gina disse...

Fabi,
Você fez um verdadeiro passeio fotográfico, que maravilha!
Guaraná Antártica de garrafa, cascata pra doces e balas...
Esse bicho da seda não conhecia.
Mas que linda miss boneca viva!
Penso que aquilo que se conquista com mais dificuldade se valoriza muito mais.
Muito legal sua participação!
Bjs.

Papinha Doce disse...

Linda, fofa e gira, eras mesmo uma princesa linda.

Beijos e Bom Fim de Semana
Maria José

Andréa disse...

Olá minha querida,
a cada dia eu te admiro mais, gosto muito, muito de você, a sua simplicidade é muito linda.
É muito bom recordar os tempos de infância, lembo das patotinhas, lembro de tudo êta tempinho bom, eu tenho 37 anos sou desse tempo amiga, rsrs.
O que importa Fabi, é que você tem uma família linda, em todos os sentidos.
Parabéns pelas fotos e pela linda família!
Minha mãe fazia estes biscoitinhos para nós, bateu saudades.

Beijinhos,
Andréa....

ameixa seca disse...

Que FOFAS! Dá vontade de apertar :) Adorei os vestidos feitos pela tua mãe, que lindos! Essas receitas também têm uma cara óptima.

Renata disse...

Fabi, que lindas as fotos e as memórias! É bom relembrar de vez em quando, eu adoro!

Quanto às receitas, igualmente lindas! Os espetinhos, a essa hora, são uma tentação!

Beijo grande!

Lau V. disse...

O que importa mesmo são as lembranças boas e a infância feliz que você teve ao lado da família.
Adorei as fotos, que fofinha você!
Eu queria entrar naquelas fotos e participar das festas, pareciam tão boas! Lembrei das minhas, com as balas embrulhadas naqueles papeis coloridos, as garrafinhas de refrigerante espalhadas pela mesa, os doces, os bolos altos... da uma saudade, né?
Que bom que temos esses momentos felizes para lembrar e valorizar.

Gostei muito do post e fiquei curiosa para experimentar o biscoito!

Beijos!

Sandra Reis disse...

Querida Fabi

Me emocionei lendo sua postagem, pois também tive uma infância bem pobre de recursos materiais, mas repleta de amor de meus pais e irmãos. Essas experiências nos fortalecem, nos ajudam a batalhar na vida e ter orgulho de nossas conquistas. Adorei as fotos, são momentos preciosos para guardar nos nossos corações. A infância é uma fase abençoada de nossas vidas...

bjs!

Atelier Glacê Real disse...

Ei Fabi!
Adorei...as fotos, o texto, as comidinhas...tudo!
Bons tempos, felizes recordações...
Eu tinha um LP das patotinhas, abafa...rsrsrs...
Bj e ótimo fim de semana,
Marcela.

orvalho do ceu disse...

Minha querida Fabi

"Então ficaram todas as crianças a sua INFÂNCIA a passar seus anéis azuis de orvalho".

Que gracinha de post!!!
Que riqueza de detalhes!!!
Que saudade do guaraná de garrafinha onde tomávamos um e ficávamos felizes da vida!!!
E tudo por conta de um simples e delicioso guaraná...
Eu me encantava com o grapete, lembra-se???
Esses vestidinhos foram da geração das minhas priminhas mais novas uns dez anos...
Os docinhos dos aniversários nem tinham leite condensado, né???
E eram uma verdadeira gostosura...
Alegre o seu post e bem infantil... muito adequando...

Hoje, o meu desejo de paz e alegria é para vcs que:


"...estendem o seu conceito
de vida,
e a veem na gota de orvalho".
(Lice)

Obrigada pela sua linda participação...

Orvalho do Céu é uma “Chuva de Néctar da Verdade”...ou Palavras de Deus...

É isso que lhe desejo nesse tempo que estamos entrando...
Uma Abençoada Semana Santa e uma Páscoa extremamente feliz!!!
Bjs de paz e achocolatados

Wind disse...

Nossa infancia foi bem parecida, lá em casa tinhamos o basico, corria na rua, brincava, me divertia, sabia respeitar os mais velhos e acima de tudo era feliz.
Hoje vemos crianças que tem tudo e não ficam felizes com nada!!!

Bjos e bom final de semana

Josy disse...

Oi menina! Vc diz que o texto não é prá chorar, mas falar isso pra uma manteiga derretida como eu, é praticamente impossível. Lembro muito bem das Patotinhas, da boneca, a vitrolinha, me fez lembra da minha filha, qdo ela era tão minha, tão pequena, deu muitas saudades. Fabi voce sempre foi muito linda, sua irmã igualmente, sua familia é muito linda, foi bom saber um pouco mais de vc, e era assim mesmo que sempre imaginei vc, bonita por fora e por dentro. Parabéns pelo texto. Adorei o bicho de seda rsrsr..bjocas um lindo final de semana

Elcio Tuiribepi disse...

Oi...não sei se o primeiro comentário seguiu, deu um problema aqui no PC...bom...aqui não tivemos muitos brinquedos tamb´m não, mas acho qu nem precisávamos, ao contrário, isso ativou nossa criatividade, inventavamos brincadeiras e brigas também...rs
Suas fotos antigas me fizeram lembrar das minhas filhas...
Parabéns pela participação
Um abraço na alma
Beijo

Rachel disse...

Fabiana, a blogagem de hoje está mexendo com a emoção de todas nós, recordando nossa infância e lendo os textos das amigas, a emoção fica a flor da pele, muito lindas suas fotos com sua irmã, nas festinhas as garrafinhas de guaraná eram assim mesmo...rs, que bom lembrar!
Belíssima participação!

Sabe o selinho da blogagem aí de cima... como foi que você colocou... a Gina bem que tentou me ajudar, mas a burrinha aqui não conseguiu, só mesmo o da lateral ficou certo???

Bjuss querida!!!

Teto Doce disse...

Oi Fabi,
ai que legal este post. Amei!

Tenho saudades da minha infancia.

Se morassemos perto iria ser uma delicia, mas iriamos estar pesando mais de 100 kg cada uma de tanta coisa gostosa que nos presentearíamos.kkkkkk iria ser bom, hummmmmmm sonho, doce, sonho!

bjão, otimo finde.

ADri@n@ disse...

oi Fabi.... adorei saber mais de vc...
e' bom lembrarmos nossa infancia, ne???

bjao

A Paixão da Isa disse...

Da mesmo para ver que eras muito feliz em familia e isso é muito bom pois a familia é muito importante para ti pois deu para compiender fico muito feliz por ti por ainda teres fotos da tua enfancia pois nao é o meu caso obrigada por partilhares com nos beijinhos e um feliz fim de semana

Ci disse...

Olá, adorei essa postagem....quantas lembranças! Tenho muita saudade da minha infância...de quando todos os irmãos estavam juntos. Doce lembrança.
Bjs, Ci.

Renata Neris disse...

Oi, moça. Quantas coisas gostosas as crianças perdem as crianças de hoje. Às vezes, ter pouco é a melhor forma de aprender a valorizar as simples coisas da vida. Obrigada por compartilhar esse momento gostoso da sua vida. Bj

Adriana disse...

Fabiana,
Eu tbém tive uma bebê coração, vinha c/ estetoscópio!!! ^^
É isso mesmo....tive uma infância com presentes em datas especias e roupas que foram de primos(as), irmão e depois chegavam p/ mim. Infância recheada de brincadeiras, amor, risadas, machucados...
"me vi" na sua blogagem.
Que coisa boa podermos lembrar da infância assim, recheada de carinho.
Enorme beijo,
Dri

Dri Dauzacker disse...

Fabi, que delicia de post, adorei as fotos, como é bom relembrar esses momentos felizes da infância, né?
Minha infância tb foi assim, com poucos presentes, roupas novas só no final do ano e tb ganhava muita roupa dos meus primos, com certeza damos mais valor a tudo que temos...
Qq dia vou testar essa receitinha de biscoitos...
Bom fim de semana.
Bjim

Bel Rech disse...

Eu lembro da patotinha e das melissas que estão usando..eu tive uma só, e suava o pé...Paz e bem

Nayara disse...

♥ Belíssimo post. Ah,eu gosto muito de fotos. São registros para sempre. E gostei de te ver pequeninha kkk. Ah, tambem gostei de ver a carinha dos seus pais. Agor atenho certeza dos olhinhos.
Ah, ora sim amiga, mas é bobinho mesmo, e Jesus tem nos dado sempre e eternamento a vitória. Se o mar não se abrir, já sabemos, passaremos de pés sequinhos. Beijos , bom final de semana em nome de Jesus, amém

Carol disse...

Fabi, ameeeiiii amiga!! Que fotos mais marcantes, você uma fofa, gostei das garrafinhas de refri iguais no niver de 2 e 3 anos e da roupinha que sua irmã estava usando que tem dois bonequinhos pretinhos!!! Tudo muito lindo e fiquei aqui lembrando da minha infância!! Nossa, que delícia né!! Agora temos que viver a infância dos nossos filhos para um dia eles lembrarem de tudo com muito carinho como nós!!

Adorei Fabi!

Beijão

Carol

AnaCristina disse...

Linda sua postagem, adorei as fotos!!!! parabéns! Eu tambem estou na blogagem coletiva fases da vida, infancia...da uma passadinha no meu post: http://anacristinap.blogspot.com/2011/04/blogagem-coletiva-fases-da-vida.html

Juliana Prado disse...

Que legal!!!
Agora uma curiosidade, hehehe, eu me chamo Juliana e minha irmã Andréia!!!
Bjinhos!

Lucinhashomeandgarden disse...

Que menininha mais fofa, gente!
Amei suas fotos. Aquela que você está com sua irmã, segurando uma florzinha e de vestidinho, é o máximo.
Muito legal! Gostei demais.
Beijos

RUTE disse...

Fabiana,
que lindo post!

Simplicidade não é tristeza, é genuinidade, pureza.
Amei suas fotos. Tudo o que é pequenino tem graça mas suas covinhas são especiais :)
E terminou a postagem em beleza. Adorei o nome dos biscoitos. Não é mesmo que lembram casulo de bicho da seda!!
Ai esta blogagem é um prazer enorme e prolongado.
Que feliz que estou com sua continuada participação.
Beijo transatlantico,
Rute

Luciana disse...

Ai Fabi, que fotos lindas, vontade de te apertar de tão linda! Você parece uma bonequinha.
Já vou anotar esses biscoitinhos, amei.E esses espetinhos, hein?!! Tudo de bom!
Bjos, Lú.

VOVÓ CRISTINA disse...

Fabi, concordo com todos os comentários, realmente fiquei emocionada em ler sua história, nos fez fazer uma viagem no teompo.
Aquele guaraná de garrafa, a cascata de balas, muito interessante mesmo!
inha mãe também costurava pra mim, afinal não era fácil ter roupas da loja, tudo muiiito caro, né?
Não conheço os bichos de seda, mas fiquei super curiosa. Vc é um doce mesmo, parabéns pela postagem! Beijinhos. Bom final de semana!

VOVÓ CRISTINA disse...

Hummm...esqueci de comentar dos espetinhos...hummmm...fiquei aguando aqui. Hoje experimentei temperar o franguinho com flor de sal, ficou muiuiiito bom!
Beijinhos querida!

Renata Boechat disse...

Que linda voce pequenininha...coisa mais fofa!!!

Quanta foto, puxa, que legal!

Tão bom relembrar fases boas da vida gente...não é?

Esse biscoito bicho da seda não conhecia, adorei!

Bjinho

Mari Amorim disse...

desculpe-me pelo atraso,mas com essa fantástica coletiva e interação,com sua postagem tão contudente saio com meu aprendizado em dia!
Obrigada pelo carinho da visita
Boas energias,paz,saúde,sucesso!
Mari

Luma Rosa disse...

As dificuldades que enfrentamos com nossos pais, serviram para estreitar mais os laços de afeto. Até acho que hoje em dia, os casais programam os filhos depois de uma série de coisas, tipo: casa própria e estabilidade no emprego - quando chegam os filhos, eles encontram tudo pronto, como se as coisas tivessem existido a vida toda! Daí qualquer "falta" parece prova de desamor!
A garrafinha do guaraná Antartica me fez voltar no tempo! Muito bom!
Boa blogagem! Beijus,

Daniela U. disse...

Mas que bunitinha essa japonesinha rsrs
Adorei suas fotos é muito bom recordar aquele tempo bom que já passamos. bjs

Cucchiaio pieno disse...

Caríssima
Sou apaixonada por fotos, tanto que os álbuns de familia são meus e os trouxe pra ca' (Itália)!
Um encanto todas as fotos. Você era uma fofura, linda mesmo!
Adorei os biscoitos.
Bjim
Léia

Zilda Santiago disse...

Amei a postagem com estas belas fotos que completam as palavras!!Parabéns!!
GOSTARIA DE DIVULGAR AQUI A PROMOÇÃO DE ANIVERSÁRIO DO MEU BLOG,QUE FEZ DOIS ANOS DIA 15.AOS AMIGOS QUE VISITAREM A PARTIR DESTA DATA AO DIA 30/04 ESTAREI SORTEANDO UM LIVRO A ESCOLHA DO GANHADOR,DENTRO DA TEMÁTICA DO SEU BLOG OU NÃO E ENVIAREI PARA QUALQUER CIDADE NO BRASIL OU NÃO.LIVRO DE VERDADE!!!

Denise disse...

Não há motivos para chorar com sua história. Os bens materiais nem sempre são rodeados de felicidade. Temos esse péssimo costume de juntarmos posses e felicidade, mas essa bênção está ligada ao amor e esse, pelas fotos expostas, vc teve "de montão". Muita paz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...